18 maio 2011

O que eu achei de : Lonely Heart Club - Elizabeth Eulberg

Oi gente!!

Hoje trago um livro lindo! Ele foi realmente o que eu esperava, até mais um pouquinho. 



Sinopse
Penny Lane Bloom cansou de tentar, cansou de ser magoada e decidiu - homens são o inimigo. Exceto, claro, os únicos quatro caras que nunca decepcionaram uma garota - John, Paul, George e Ringo. E foi justamente nos Beatles que ela encontrou uma resposta à altura de sua indignação - Penny é fundadora e única afiliada do lonely hearts club - o lugar certo para a mulher que não precisa de namorados idiotas para ser feliz. Lá, ela sempre estará em primeiro lugar, e eles não são nem um pouco bem-vindos. O clube, é claro, vira o centro das atenções na escola McKinley. Penny, ao que tudo indica, não é a única aluna farta de ver as amigas mudarem completamente (quase sempre, para pior) só para agradar aos namorados, e de constatar que eles, na verdade, não estão nem aí para elas. Agora, todas querem fazer parte do lonely hearts club, e Penny é idolatrada por dezenas de meninas que não querem enxergar um namorado nem a quilômetros de distância.


Começando pela capa, eu adorei essa imagem, ela remete aos Beatles e quem não tem vontade de tirar uma foto assim!?!? =) É um livro que posso resumir como cativante! Quando começamos a ler a sinopse ( eu pelo menos) podemos imaginar que é mais um livro que conta aquela história de adolescentes americanos e que provavelmente já sabemos o final. Mas a medida que você vai entrando na história esse pensamento vai por água abaixo.
Eu achei a Penny uma garota, ou melhor  uma mulher que é como elas querem ser chamadas, de fibra e muita força de vontade. Depois de uma decepção amorosa com seu "príncipe" encantado de infância ela percebe que é preciso mudar e ate se afastar dos garotos da escola, com isso ela faz a famosa pergunta: Você precisa dele para ser feliz?.  Realmente é a idéia que temos q ter né!?!
Precisamos acima de tudo de amigos, e é isso que ela consolida na escola: AMIZADE. Todas as meninas acabam se identificando com Penny e no final aquele grupo que inicialmente era formado por Penny,Tracy e Diane passa a encher o porão da casa da nossa protagonista e começa a causar desconforto nos garotos e até mesmo no diretor da escola.
Mas a idéia de não desistir e lutar pelo seu ideial é forte na nossa protagonista, e no decorrer desse fortalecimento do grupo, ela acaba descobrindo um amor e com ele vem o medo de trair  os ideais do grupo. Mas será que precisa mesmo afastar-se totalmente dos garotos? É muito interessante a amizade que foi criada entre as garotas, lógico que sempre tem aqueles que querem 'avacalhar' o grupo. Mas a verdadeira amizade supera isso.
Com isso, Penny consegue vencer o seu medo de enfrentar  frente a frente aquele "príncipe" que virou sapo e a acreditar que se pode viver um amor com Bryan sem perder o ideal do grupo e as amizades.
Esse foi um livro que li rapidamente, porque a vontade de saber o que iria acontecer com Penny me deixou muito curiosa mesmo. E fiquei feliz com o resultado. Está mais que aconselhado! Não perca a oportunidade de conhecer Penny Lane e seu delicioso grupo Lonely Hearts Club.

No decorrer do livro tem algumas frases de músicas dos Beatles, aqui vai uma que eu adorei.

"I get by with a little help from my friends..."
Eu sigo em frente com uma pequena ajuda dos meus amigos...


Bjoo

Nenhum comentário:

Postar um comentário