26 julho 2011

O que eu achei de : Você tem meia hora



Autora: Camila Nascimento
ISBN: 9788580451023
Publicado: 29/05/2011
Páginas: 290     
Editora : Bookess
Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/174789

Sinopse: Na noite de réveillon, Bia, a aeromoça sensível e romântica, é abandonada por Arthur, o namorado de três anos com quem já morava há dois e pretendia se casar em um. Aos vinte e nove anos essa é a maior tragédia que pode acontecer na vida de uma mulher, pois à beira dos trinta o que era para dar certo já tinha que ter dado, o que deu errado, não dá mais tempo de consertar e o que se espera que aconteça, talvez não vá mais acontecer, ou seja se não se casar até os trinta, Bia estará condenada ao calabouço da solteirice, brigando pelo buquê nas festas de casamento e conhecendo homens que mentem a idade, o estado civil e a foto nos sites de relacionamento. Mariana acha que a melhor amiga está exagerando e só precisa de uma mudança radical, pois até um pé na bunda te empurra para frente. "Reiventar-se" é A palavra! Porém para isso, Bia precisa ir para o lugar onde todo mundo vai quando dá essas loucas. Londres. E concorrer à vaga de emprego mais disputada do século XXI. Mas será que uma mudança pode mesmo dar certo quando se leva na bagagem uma estória tão mal resolvida? Voltado para o público feminino, VOCÊ TEM MEIA HORA é um romance sobre recomeços, amor e amizade, apostando numa narrativa leve e densa, dramática e bem humorada, provocante e recatada, envolvente e cheia de contradições exatamente como qualquer mulher. 



      O que dizer sobre Você tem meia hora?!!? MARAVILHOSO! Eu conheci o livro e a autora , a Camila que por sinal é um amor de pessoa, no Skoob. Gostei do título, ai veio a curiosidade: meia hora para quê? Tomar café? Comer? Ler? Amar??!!?
      Só Deus para dizer o que seria essa meia hora... Fiquei curiosa e pus nos meus desejados e no “vou ler”, ai um belo dia recebo um recado da Camila me dizendo que havia sido a primeira a seguir ela lá no Skoob, e me ofereceu um livro para conhecer. E claro que aceitei, já estava me coçando para saber para que eu tinha meia hora... Só que nisso o livro deu uma passeada por ai, e nós duas já loucas para saber onde o livro estava, e no final tudo deu certo recebi o livro semana passada. Comecei a ler ontem (25/07) e terminei hj(26/07). Me apaixonei pelo livro, sabe aquele livro gostoso de ler? Aquele que conta coisas que podem acontecer do seu lado? Que tem um gay, que você adoraria ter como amigo!?! MALÔCAAAAAAA!  Pois é...
       O livro conta a história de Beatriz, ou melhor, Bia. Uma adolescente carioca que ao contrário de muitas adolescentes que sonhavam em ser médicas, ela sonhava em ser aeromoça, ou seja, comissária de bordo. Só que Bia tinha um pequeno probleminha... Sua altura, mas como uma boa brasileira : Ela não desistia nunca! E até guardanapo de papel no tênis para parecer mais alta Bia usava, mesmo que aquilo acabasse com seus pés.
       Bia perdeu sua mãe muito cedo, em um fatal acidente de carro,onde seu Jonas - seu pai – não lidou muito bem com o ocorrido e se entregou ao alcoolismo. Com isso a vida de Bia sofre uma turbulência, e ela vai morar na casa de Tia Clarissa e Tio Walter, que são os pais de Mariana sua melhor amiga, na verdade uma irmã de coração para Bia.
       Nossa protagonista segue firme e forte na sua meta de ser comissária de Bordo, enquanto Mariana tenta milhões de vestibulares, começa faculdade e desiste de tudo para se tornar o que? Comissária de Bordo também....
      Bia conhece seu primeiro e único amor (o que ela achava né?) dentro do avião. Arthur era o homem perfeito, como sempre dizia Bia. Mas com o passar do tempo as coisas mudam ( como sempre.... homens...). No dia 31 de dezembro daquele ano, Bia e Mariana largam serviço. Bia desesperada para chegar em casa e encontrar seu amorzinho, mas Mariana insiste para que ela escreva uma coisa em um papel, Bia já estava invocada com Mariana por isso mas escreve e Mariana da um papel e caneta e pede para Bia escrever : 

 “Entre por esta porta agora...  E diga que me adora, Você tem meia hora... Para mudar a minha vida...”

      Esse era o presente que Mariana queria de Bia, sua melhor amiga-irmã, de presente de Réveillon. Depois disso a vida das duas dá uma reviravolta. Arthur termina com Bia em pleno 31 de dezembro, Bia chora suas férias inteira se embriagada, acha que o mundo vai acabar (quantas de nós não achamos isso quando levamos um pé na bunda?), e quem estava lá pra ajudá-la? Como sempre Mariana, como sempre as nossas melhores amigas.
       Pois é, depois disso Bia vai morar em Londres para trabalhar em um emprego que Mariana insistiu muitooooo para ela tentar. Mariana era tipo um anjo da guarda de Bia aqui na terra... E mais para frente Bia vai realmente perceber a importância dela em sua vida. Mas  nesse tempo, ela (Bia) vai morar com Olli, um amigo do tempo de colégio, que era maquiador e gay. Olli é perfeito! Adorei as falas dele “Malôcaaa”, cada pérola que ele solta. E Bia conhece Pá, que era ex namorada do ex namorado gay de Olli , entendeu!?!?!? A parte melhor, quando Olli terminou com o namorado francês comum entre ele e Pá, ele pediu q o namorado fosse embora, mas que Pá ficasse em sua casa, quer coisa mais doida!? (Claro que aqui tem detalhes que vocês terão de ler o livro para saber).
       Nisso, Bia conhece Dyllan. Um australiano que mora em Londres e é vizinho de andar de Olli, e vocês sabem o que acontece?!!?? Só lendo para querer chorar como eu quis várias vezes.
Acontecem mil coisas, amores perfeitos e imperfeitos, pedidos de volta, brigas, amizades inabaláveis, morte de grandes amigos... Mas uma coisa você pode ter certeza:

“Uma mulher pode ter namorado, marido, filhos ou amantes, mas jamais sobrevive sem uma melhor amiga”.

       Pois foi assim que ia viu as mudanças em sua vida acontecerem... “...Você tem meia hora... Para mudar a minha vida...”

     LEIAM... Mas leiam mesmo. Porque eu simplesmente amei o  mais novo chick-lit brasileiro. E olha que eu estava em uma semana literária frustrada, não consegui ler um livro que todos leram e amaram, mas eu odiei nas primeiras páginas. Mas ai comecei a ler Você tem meia hora e apaixonei! A autora estará na Bienal em setembro.

       Aqui vocês podem ler as 20 primeiras páginas e vê um pouquinho do que estou falando. 


     Essa semana ainda tem os quotes do livro, e em breve uma entrevista com a autora do livro Camila Nascimento.


     E por fim, fiquem com a música da Adriana Calcanhoto que é citada no livro



5 comentários:

  1. Olá, tudo bem amiga parceira? :)
    Venho aqui pra falar que o meu blog está com um novo layout pois tive problemas com o layout antigo, então o banner mudou também! Passa lá e pega o código novo no Link me!

    Beijinhos

    http://chabiscoitoseumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Já tinha visto este livro no skoob também. Li as primeiras páginas disponíveis no site e fiquei apaixonada!!!! Agora, depois da sua resenha, nao vai ter jeito! Vou ter que ler (rs)
    Parabéns pelo blog!
    bjinho

    ResponderExcluir
  3. Aaaai parece ser lindo mesmo! *.* Adoro chick-lits! :D
    Ótima resenha!

    bjs
    www.desejoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ei!
    Não conhecia o livro!
    Vc foi sortuda, hein...kkk
    Pela sua resenha acontece muita coisa na história e ela parece ser boa.
    Só não gostei da parte da 'morte de grandes amigos'. Choro até!
    Bjins

    ResponderExcluir
  5. Que lindo Charlene!
    Mais uma autora nacional por aqui.
    Gostei muito da resenha, o livro deve ser fantástico.
    Adorei sua iniciativa. Autores nacionais devem ser prestigiados sim... e com muito orgulho.
    Não conhecia o livro mas graças a vc passei a conhecer, thanks por isso.

    XOXO, da Lisse

    ResponderExcluir