10 outubro 2011

Especial semana da criança : Pirula A Porquinha do Rabinho Enrolado - Therezinha Casasanta


Gente vocês não imaginam como eu adoro esse livrinho! Quando eu estava no Jardim de Infância ( eu sou da epóca do Jardim... Em um tempo tão tão distante rs), a professora fez um teatro para apresentarmos na festinha de final de ano do colégio, e quem foi a mãe da Pirula? EU!
Eu me vesti de porquinha gente, mico-mor! Mas eu achei tudo lindo... Minha mãe mandou fazer a roupa da porquinha, um macacão marrom, até nariz de porquinho eu tive! Quer emoção maior?! Tenho uma foto se achar mostro para vocês, e minha mãe me ajudou a decorar as falas, já que eu não sabia ler.
E lá foi Charlene representar a histórinha da porquinha que desobedeceu sua mãe.
Pirula queria um laço de fita novo para o seu rabinho todo enroladinho, pediu a sua mãe dinheiro para ir a lojinha de fitas do Seu Tomé, ela havia visto uma fita azul e queria muito aquela fita no seu rabinho. A mãe deixou ela ir a loja mas pediu que ela levasse sombrinha e a capa de chuva, mas Pirula muito desobediente pegou o dinheiro devagarzinho e saiu sem levar nadica de nada.
E chegou a loja comprou seu laço de fita, e quando estava indo de volta para casa o que aconteceu? CHOVEU! Isso mesmo, quando mãe fala não tem jeito né!??! E Pirula ficou na chuva, ate que consegui abrigo embaixo da asa da mamãe pata, a chuva passou, veio o sol e como voltar para casa? Como havia chovido tava tudo molhado e diferente, e ela pede ajuda ao ratinho, ao bode mas nada...
Até que um pangaré levou-a ate sua casa. A mãe, como toda mãe, estava preocupada. 
E sabe o que foi pior? O rabinho todo enroladinho esticou, o charme de Pirula tinha literalmente ido por água abaixo!
Mas como toda mãe depois de falar que ela deveria ter escutado o que ela disse, fez um papelote no rabinho da porquinha desobediente e ele ficou enroladinho de novo.

Gente, eu lembro perfeitamente da história! Hoje em dia quando vejo a menina, que hoje já tem ate filhos, que fez o papel de Pirula nós rimos muito. Mas olha como um simples livrinho fica marcado na vida de uma criança. 

E vocês? Tem algum livro que marcou sua infância?


A Autora:

A própria autora se descreve no site da FTD: "Sou mineira e vivo em Belo Horizonte, de onde escapo, de vez em quando, em busca do mar e de outras estrelas. Moro no sexto andar de um edifício que tinha uma bela vista, mas, nos últimos anos, novos prédios tomaram conta da paisagem. A sorte é que, das janelas de trás, vejo um morro enorme, encostadinho no céu. À noite, com centenas de luzes acesas, me dá a impressão de um bolo de aniversário gigante. Eu fico olhando para ele e imaginando coisas e loisas..."

Um comentário:

  1. Nossa, eu tinha esse livro qd era criança e adorava a história. Os papelotes no rabinho... rsrs

    Adorei relembrar.

    ResponderExcluir