06 abril 2012

O que eu achei de: Ser Clara - Janaína Rico

Clara é uma jovem brasiliense, de 27 anos, que está envolvida com os preparativos do casamento de sua melhor amiga, Laura. Durante a festa conhece um médico rico e famoso, o homem dos sonhos de qualquer mulher. Porém, acaba se envolvendo com um colega de adolescência. Mal sabe ela os obstáculos que viverá pela frente, tais como uma sogra desesperada e até mesmo tentativas de assassinato, até que consiga decidir o que quer da vida. Trata-se de um livro de linguagem simples e atual, que descreve o cotidiano, os sonhos e as aventuras de uma mulher vivendo entre a realização de uma vida independente e o desejo de conhecer e viver um grande amor. Clara, Laura, João Thomas, Léo são personagens que encontramos em nosso dia a dia, no trabalho, nos bares, nas festas. Um passeio pelos desejos e sonhos do imaginário feminino.                                                            


ISBN: 9788599803738
Editora: Underworld
Ano: 2012
Páginas: 288
Classificação: 4/5
Onde comprar: Lojinha virtual



    Clara uma moça meio maluquinha, professora de português (o que achei esquisito, na verdade achei que não tem muito a ver com o perfil da personagem), mora em um Kitnet que cabe apenas ela rs. Tem mai duas irmãs, um pai e uma mãe super presente em sua vida. A mãe em certos momentos é presente ate demais...    Ela é uma pessoa totalmente de bem com a vida, vive cada momento intensamente, o que me atraiu bastante. Ela simplesmente vive! Porres?! Vários! Aprontar depois dos porres? Sempre! 
   Nossa protagonista foi a madrinha de casamento da sua melhor amiga, Laura, e ai começa toda a história do nosso chick-lit. Clara que até a data do casamento de Laura ainda não conhecia o ser par, o padrinho que iria acompanhá-la no altar. E para surpresa, era um pedaço de mal caminho, levando em consideração que clara já estava sem esperanças de aparecer algo bom. Afinal de contas o seu acompanhante seria amigo de Pedro (noivo de Laura), que é um perfeito idiota. Confesso que assim como Clara odiei ele, se eu pudesse me juntava a ela e dava uma bela surra nele! #momento_revolta_literária.
   Clara é o tipo de pessoa que tem a auto-estima lá no monte Everest, e usa isso a seu favor constantemente. A alegria dela é seduzir e deixar os rapazes aos seus pés e causar aquele olhar de raiva das mulheres presentes no local. Isso eu achei um pouco demais, mas é uma realidade. 
    Ela começa um romance caliente com o João Thomas, o padrinho lembram? E isso se estende por todo o livro... Mas como todo príncipe tem uma mãe que é uma bruxa, não poderia ser diferente. Natália é o tipo de mãe mega plus protetora, confesso que também tive muita raiva dela, mas no final fiquei com dó.
   O livro é bem escrito, de uma realidade constante, as falas das personagens, os diálogos são bem montados. A leitura, para mim, só ficou um pouco cansativa no meio do livro, ficou uma coisa a mesma história do começo. Achei que a Clara tava vivendo a mesma coisa sempre, apesar do livro não querer mostrar isso. 
     Mas do meio para lá a história começou a ficar movimentada e me surpreendeu muito. A autora está de parabéns, exatamente por esse ponto você acha que vai ser sempre aquela historinha da Clara confusa, querendo todos os carinhas do mundo, ai BUM! Muda tudo e vem a emoção. Uma coisa que me incomodou foram os palavrões, tá eu não sou hipócrita de dizer que ninguém muito menos eu falo palavrão... Quem não fala que atire a primeira pedra, mas EU acho que a Clara poderia ser menos desbocada. Minha opinião! Mas outras pessoas podem achar diferente, mas para minha leitura isso me incomodou.
     Mas o livro é bom sim! Mais um nacional que não faz feio, vale a leitura. A capa nova está linda.


3 comentários:

  1. Amei a capa, a sinopse, o jogo de palavras com o título (pelo menos eu achei q foi um jogo de palavras, já que a personagem parece ser do tipo sincera) e sua resenha ficou maravilhosa. Amo que as pessoas passem o quão gostoso é o livro desse jeito. Fiquei com vontade de ler.
    Bjs
    Pamela Chris

    Passa lá no meu blog e comenta. Aproveita que tá rolando promoção e dois book tour ;) www.pamelachris.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Adoreii a capa, e a sinopse! Tô curiosa pra ler esse livro!

    Parabéns pela resenha, amei!


    bjs

    ResponderExcluir
  3. Ela sentada no vaso??
    Mostrando a calcinha vermelha??
    Não sou puritana mas me pareceu meio
    estranha essa capa...
    E pelo que vc descreveu da personagem não seria exatamente uma pessoa que eu me simpatizaria.

    ResponderExcluir