05 agosto 2012

O que eu achei de: Bem Mais Perto - Susane Colasanti


Quando Brooke descobre que o amor de sua vida, Scott Abrams, está se mudando do subúrbio de New Jersey para Nova York, ela decide segui-lo até lá. Viver com o pai ausente e se adaptar a uma escola totalmente nova são desafiantes para ela — e as coisas ficam ainda piores quando ela descobre que Scott já tem uma namorada. Mas como ela aprende a sobreviver na cidade grande, começa a descobrir todo um novo lado de si mesma e percebe que, às vezes, o amor pode te encontrar mesmo quando você não está olhando para ele.







ISBN: 9788581630151
Editora: Novo Conceito
Páginas: 240
Classificação: 4/5
Onde comprar: Compare 



   Quando recebi o livro naquela caixa recheada de coisas lindas da Novo Conceito, pirei quando vi no livro a protagonista fazia origamis... Logo pensei: "Enfim uma como eu!", mas no decorrer do livro percebi que não era tão parecido assim...
     Brooke uma adolescente que acha que encontrou o amor da sua vida, sem nem mesmo conversar com o moçoilo, e está disposta a fazer de tudo para ficar com ele. Até mesmo mudar de cidade! E com a desculpa que em NY será melhor para concluir o colégio, ela vai atrás do seu amor.
     Mas nem sempre isso dá certo, eu senti que Brooke tinha um amor platônico por Scott e nem mesmo observa que ao seu lado pode estar um cara bacana que nutre um sentimento verdadeiro por ela. Entre altos e baixos, brigas de família, o pai que mesmo morando na mesma casa é quase que um estranho, a mãe pirada depois da separação, nossa protagonista vive as descobertas da vida de adolescente e a realidade do amor.
      O livro em si é bom, é uma história leve, é um livro para ler em uma tarde que você esteja procurando um entretenimento leve. Eu gostei da leitura, foi rápida. Mas como uma pessoa que faz origamis eu acho que a autora deveria ter feito uma pesquisa melhorzinha sobre origamis. A única coisa que me incomodou foi isso, mas para quem conhece o origami apenas através do Tsuru isso não influenciará em nada.
     Mas não sei se o livro se enquadraria em uma comédia romântica como já li em alguns lugares, para mim fica somente no quesito romance adolescente, fica ate complicado achar uma categoria. Mas acho que prefiro ficar com a de entretenimento leve para uma tarde de férias. Mas se for com esse intuito, leia. Se tiver esperando um romance digno de sessão da tarde troque de livro.
    O trecho abaixo relata bem o que é o origami em minha vida e acredito que na vida de outras pessoas que adoram a arte de "dobrar papéis":


"O que mais gosto no origami é que sempre tem alguma coisa nova. Você nunca consegue dominar tudo o que tem para aprender, quer seja uma criação mais difícil do que a que acabou de fazer, quer seja uma completamente nova, na qual ninguém tinha pensado ainda. Você sempre pode fazer melhor do que antes". Pág 33


 Esse é um trecho legal,  bem típico do ser humano e que temos que pregar essa plaquinha no teto e ler todas as manhãs:

" Você nunca consegue conhecer alguém completamente, não importa o quanto ache que conheça. As pessoas sempre omitirão partes de suas vidas. Sempre haverá alguma verdade sobre elas que você nunca saberá". Pág 46

SINAL VERMELHO! Origamistas Puristas se remexem em seus caixões e voltam a vida para pegar a autora do livro! Origami não se usa tesoura, e muito menos cola para fazer o dragão - origami de menino - se falar que vai usar fita adesiva é quase um assassinato em massa de vários origamistas... #ficadica

"Scott observa enquanto faço a dobradura de dragão. Fazer dragões é muito mais fácil do que parece. O certo é colar a cabeça no final. Em vez disso, pego uma fita adesiva da mesa do senhor Peterson." Pág 103    




Resumindo, o livro pode ser definido nesses dois parágrafos... 

"     A única pessoa com quem posso contar sou eu mesma. Criar a vida que quero só depende de mim. Não posso culpar meus pais, Scott ou qualquer outra pessoa pelo jeito que as coisas são.
      Agora que sei para onde esta visa está indo, é hora de decidir como quero chegar lá". Pág 204

Um comentário:

  1. Eu quero muito ler esse livro, em breve farei isso. Acho a capa bonitinha...
    Acredita que eu não consegui fazer o origami que venho junto com o livro? Haha, eu fiquei meia hora e não consegui.

    Beijos,
    Mandi - Book and Cupcake.

    ResponderExcluir