18 novembro 2012

Seguindo os conselhos da amiga Araguacy... 1000 tsurus!

      Dias atrás postei no Facebook uma "contagem regressiva" para uma data que será muito especial, e uma amiga do mundo origamístico sugeriu que dobrasse 1 tsuru por dia, pois ao término receberia uma linda surpresa... Nós, origamistas (se assim posso dizer), acreditamos na lenda dos mil tsurus... Vocês conhecem? Então vamos lá...


Lenda dos 1000 tsurus
    O tsuru feito de papel se tornou símbolo de paz recentemente, como resultado da história de uma jovem japonesa chamada Sadako Sasaki. 
    Sadako nasceu em 1943. Tinha 2 anos quando a bomba atômica foi lançada em Hiroshima - Japão, em 6 de Agosto de 1945. Muitos vizinhos de Sadako morreram, mas Sadako não tinha se ferido. Ela cresceu. Sadako era uma garota forte, corajosa e praticava atletismo. Em 1955, depois de participar de uma grande corrida e fazer seu time vencer, ela se sentiu extremamente cansada e com tonturas. Depois que a tontura passou, Sadako pensou que devia ser apenas consequencia do esforço para corrida. 
     Um dia Sadako voltou a sentir muita tontura e não conseguiu levantar. Foi levada ao hospital e diagnosticada com Leucemia, a "doença da bomba atômica".
     A melhor amiga de Sadako, Chizuko foi visitá-la no hospital. Levou-lhe papéis de origami e contou-lhe sobre uma velha lenda japonesa, a dos 1000 tsuru. Chizuko explicou que o tsuru é uma sagrada ave japonesa, vive 1000 anos e que se uma pessoa dobrasse 1000 tsuru de papel teria um desejo concedido. Sadako ficou com esperança de que os deuses concedecem-na a cura e então pudesse correr novamente. Assim, Sadako passou a dobrar os tsuru de papel, sua família frequentemente visitava-a no hospital, consersava e ajudava Sadako a dobrar os tsuru. No entanto antes de completar os 1000 ela veio a falecer, no dia 25 de Outubro de 1955, aos 12 anos.
     O principal dessa história é que ela nunca desistiu. Ela continuou a dobrar os papéis enquanto morria.
Inspirados na sua coragem e força, Seus amigos e colegas de sala montaram um livro com as cartas escritas por ela e publicaram. Dessa maneira, eles começaram o sonho de construir um monumento para Sadako e para todas as crianças que faleceram devido a bomba atômica. Jovens japoneses passaram a arrecadar dinheiro para esse projeto.
     Em 1958, a estátua de Sadako segurando um tsuru dourado foi construído no Parque da Paz em Hiroshima. As crinças também fizeram um desejo, escreveram na estátua e leram-no: "Esse é o nosso grito. Essa é a nossa reza. Paz no mundo!"



Fonte: http://www.sadako.org (adaptado) / http://www.hiroshima-is.ac.jp (adaptado)

Essa é a lenda dos mil tsurus! E seguindo as palavras da Ara: 

Araguacy Camara Não Charlene!! Vc tem q dobrar um por dia, enqto não espera esse tempo!! vais te ruma linda surpresa ao final dos 368 dias ;)
bjssssss
Comecei a dobrá-los... E aqui está o processo...


Resolvi dobrar os mil! E ao término farei um quadro para enfeitar a minha casinha... São muitos papéis em meio a tantas tarefas e corerria... Mas vou manter a minha rotina de três por dia, ai não aperta não é? E vamos ver como será o final no ano que vem...









Nenhum comentário:

Postar um comentário